Resumo da reunião da Assembleia de Freixo de Cima – 12/09/2013

Thursday, September 19, 2013 17:40

Realizou-se no dia 12 de Setembro de 2013, pelas 21 horas, a 16ª sessão ordinária

 Com a seguinte ordem de trabalhos:

1 – Leitura e aprovação da ata anterior.

2 – Informação dada pelo Presidente da Junta.

3 – Outros assuntos.

A reunião teve início pelas 21 horas com a ausência dos deputados André Martins e Natália Silva.

Ponto 1 – A ata depois de lida foi aprovada com abstenção dos deputados Adérito Maia e Daniel Silva justificada pela ausência na sessão anterior.

Ponto 2 – O Sr. Presidente da Junta informou a Assembleia acerca das atividades do executivo nomeadamente limpezas das ruas da freguesia, manutenção do caminho de terra da Rua de Lameiros, colocação de tampas de saneamento e grelhas, conclusão do pavimento da Rua da Fonte, substituição do pavimento da Rua da Eira por detrás da igreja do Alto da Lixa, pavimentação da Viela de Campelo, alargamento e pavimentação da Travessa de Campelo tendo sido suportados pelo proprietário do terreno Sr. Carlos Machado os custos relativos á execução do muro e pavimentação no espaço privado, manutenção do pavimento na Rua da Água Nova junto ao café Ancora D’Ouro, colocação de placas de trânsito, colocação de placas de identificação nas sepulturas do cemitério (parte mais antiga), foi feita a manutenção da esquadria da Casa Mortuária. No Jardim de Infância foi colocado um coberto com estrutura metálica e rede para proteger as crianças do sol, comunicou também que depois de várias insistências por parte da Junta, a EP (Estradas de Portugal) iniciou a limpeza das bermas da EN15.

Ponto 3 – O deputado Adérito Maia questionou a Junta se seria possível a intervenção da mesma para impedir o excesso de aterro de que está a ser alvo a Rua dos Carvalhinhos pondo em perigo os residentes no respetivo local ao que o Sr. Presidente respondeu que a Junta não foi alertada para esse problema e caso venha a ser no futuro apenas poderá encaminhar o assunto enviando um ofício para a Câmara Municipal visto ser assunto que não é da responsabilidade da Junta de Freguesia. Seguidamente a deputada Amélia Babo alertou para o facto de o sinal de transito proibido que se encontrava no início da Rua de Casais ter desaparecido do local uma vez que o muro em risco de derrocada ainda não foi reparado continuando a via pública em risco sem qualquer tipo de sinalização ao que o Sr. Presidente respondeu que esse assunto está sob a responsabilidade da Câmara Municipal

You can leave a response, or trackback from your own site.

Leave a Reply